A espera por coerência?

.

Em entrevista ao Estado de São Paulo, Barros Munhoz (PSDB), atual Presidente da Assembléia Legislativa paulista, adiantou outra discussão dentro do PSDB que dará o que falar: a sucessão do governo de  São Paulo, caso José Serra saia como candidato à Presidência.

"E ao governo paulista?

Pelo maior respeito que tenho pelo (ex) governador Geraldo Alckmin. Entrei no PSDB pelas mãos dele e sou grato a ele. Mas acho que o momento agora é do grande político que se afirma no cenário estadual, o Aloysio Nunes (Ferreira, secretário da Casa Civil). Mas acho cedo para discutir isso. O Serra é quem vai conduzir isso."

Quando as pesquisas de intenção de voto forem iniciadas para o governo paulista, dificilmente Aloysio Nunes terá o mesmo patamar de inteção de votos do que Geraldo Alckmin. Nesta hora, os serristas irão defender as prévias ou apoiar imediatamente o candidato com mais experiência administrativa e com maior percentagem de inteção de votos?

Basta esperarmos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s