“Parada estratégica”? Estúpido!

.

Não me assusta economistas alinhados a Dilma defender a ressureição do modelo de substituição de importações, que teve seu auge na ditadura militar e sua decadência na redemocratização do país. Porém, o novo Presidente da Fiesp, Benjamin Steinbruch, pedir um “parada estratégica” para que o país breque as importações por um certo prazo para que se possa desenvolver tecnologia própria” é o fim da picada!

O pior é que há motivos de sobra para empresários sedentos por lucro fácil – e pago com recursos públicos – tirem proveito desta situação. O BNDES-Big-Brothers é o maior exemplo disso.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s