Paciência tem limite

.

Paciência tem limite. No artigo de hoje publicado pelo O Estado de São Paulo, José Roberto Afonso parece ter perdido a sua, mas manteve a classe. Creio que é, assim como vários outros economistas de respeito já o fizeram, a expressão do sentimento de frustração de oportunidades perdidas pelo Brasil recentemente, misturado com a sensação que vivemos um governo “do espetáculo” à Guy Debord e estrategicamente paternalista à Vargas. Vale a pena conferir.

tv

PS (10/09/09): José Roberto Afonso fez a ressalva que não perdeu a paciência, mas sim manteve o humor. Creio que a minha falta de paciência é que suprimiu o meu senso de humor! 🙂

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s